Ficha Técnica

Direção: Catherine Corsini
Roteiro: Catherine Corsini, Gaëlle Macé
Fotografia: Agnès Godard
Montagem: Simon Jacquet
Elenco: Kristin Scott Thomas, Sergi Lopez, Yvan Attal, Bernard Blancan, Aladin Reibel
Produtora:Pyramide
Duração: 85 minutos
País: França
Ano: 2009
COTAÇÃO: ENTRE O BOM E O MUITO BOM

A opinião

Um tema sobre infidelidade não quer dizer muita coisa. Mas acrescente o elemento de ser um filme francês (com barulhos de passarinhos e de vento como fundo) e a presença de dois atores excelentes e com o sotaque francês impecável em um filme realizado em digital: Kristin Scott Thomas (inglesa)e Sergi Lopez (espanhol). Pronto já é um filme imperdível.

Os atores são extremamente talentosos e conseguem aprofundar os seus personagens de dentro para fora. Humanizam a introspecção do sofrimento, utilizando-o como real.

Aborda a vida de Suzanne que tem cerca de quarenta anos e é casada com um médico. O casal vive com os dois filhos adolescentes no sul da França. Cansada de sua vida burguesa, decide voltar a trabalhar como fisioterapeuta, ofício que abandonou para criar os filhos. Seu marido concorda com a idéia e ajuda a construir um consultório no quintal da casa. O responsável pelas obras é Ivan, homem rústico que já esteve na prisão.

Em pouco tempo, as barreiras entre Ivan e Suzanne transformam-se em atração mútua, e ela decide largar tudo e partir com ele, disposta a se entregar totalmente à paixão.

“Não sei mentir, não adianta”, diz-se. O longa já começa com o final trágico, sabe-se que não terminará bem, mas não se identifica o que aconteceu. A trama é retrocedida seis meses. A história acontece até mostrar o final trágico, traçando a explicação dos motivos. Os diálogos são intensos e realistas, convencendo muitas das vezes pelos movimentos e insinuações dos atores. A pergunta que fica é: até que ponto as escolhas pela paixão vão? As situações limites crescem ao longo do filme e não cessa em partes ditas alegres.

Mas quando os conflitos são minimizados e ações desesperadas necessitam acontecer, o filme perde-se no caminho, deixando um vazio de que é muito bom, mas está faltando alguma coisa. Pecou por não cuidar das brechas, ora aprofundando demais, ora aprofundando de menos. Não houve equilíbrio.

É um excelente filme. Precisa ser visto. Recomendo. Veja aqui no VERTENTES DO CINEMA, a opinião do Filme “Bons Costumes” com
Kristin Scott Thomas e “Ricky” com Sergi López. ARQUIVO SETEMBRO e OUTUBRO.

A Diretora

Nasceu em 1956, na França. Aos 18 anos, mudou-se para Paris, decidida a ser atriz. Após pequenos papéis e trabalhos como assistente no teatro, virou roteirista e diretora. Depois de uma série de curtas, dirigiu em 1988 seu primeiro longa-metragem, Poker. Entre seus filmes, destacam-se também O Ensaio (2001), Competição Oficial do Festival de Cannes, Casadas Mas Nem Tanto (2003) e Os Ambiciosos (2006).

A Atriz

Kristin Scott Thomas nasceu em Redruth, Inglaterra em 24 de Maio de 1960.

Filmografia

2011 – Bel Ami
2009 – Os Delírios de Consumo de Becky Bloom
2009 – Partir
2008 – A Outra
2008 – Bons Costumes [opinião aqui –> arquivo outubro]
2008 – Há Tanto Tempo que te Amo
2007 – A Bússola de Ouro (voz)
2007 – O Acompanhante
2006 – Contratado para Amar
2006 – Ne le dis à Personne
2005 – Chromophobia
2005 – O Elo Perdido
2001 – Assassinato em Gosford Park
2001 – Tempo de Recomeçar
2000 – Uma Paixão em Florença
1999 – Destinos Cruzados
1998 – O Encantador de Cavalos
1996 – Microcosmos
1996 – Missão Impossível
1996 – O Paciente Inglês
1995 – Anjos e Insetos
1995 – Ricardo III
1994 – Quatro Casamentos e um Funeral
1992 – Lua de Fel
1991 – Corações Covardes
1988 – Um Punhado de Pó

O Ator

Sergi López nasceu em Barcelona, Espanha em 22 de dezembro de 1965. Ontem comemorou aniversário. “Embora freqüentes na carreira de um ator, cenas de sexo sempre me deixam desconfortável”.

Filmografia

2009 – Partir
2009 – Ricky [opinião aqui –> arquivo setembro]
2007 – J’ai toujours rêvé d’être un gangster
2007 – Parc
2006 – O Labirinto do Fauno
2005 – Pintar ou Fazer Amor
2005 – Les mots bleus
2004 – Chemins de traverse
2003 – Janis et John
2003 – Reencontre avec le dragon
2002 – Fuso Horário do Amor
2002 – Coisas Belas e Sujas
2002 – Filles perdues, cheveux gras
2002 – Les femmes… ou les enfants d’abord…
2001 – Sólo mía
2001 – Um dia de rainha
2001 – Le lait de la tendresse humaine
2001 – Hombres felices
2001 – Te quiero
2001 – El cielo abierto
2000 – Harry Chegou Para Ajudar
2000 – Morir
2000 – Toreros
1999 – Ataque verbal
1999 – Rien à faire
1999 – Uma Relação Pornográfica
1999 – Lisboa
1999 – La nouvelle Ève
1999 – Entre as pernas
1999 – Arde, amor
1998 – Carícies
1997 – Bom dia, França
1997 – Marion
1994 – Ciudad Baja
1992 – La petite amie d’Antonio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados