O festival chegou ao seu fim pela cobertura alternativa, com uma máquina fotográfica digital de 5 megapixels, deste blog feito a uma mão. A minha.

MAS O BLOG NÃO ACABOU, RESTAM MAIS OPINIÕES DOS FILMES DO ‘NOVO FESTIVAL’ ÚLTIMA CHANCE. E DEPOIS NOVOS FILMES, ENTREVISTAS, DOSSIÊS DE DIRETORES E ATORES. ACOMPANHE SEMPRE!

Muitos dos filmes da Premiere Brasil não foram vistos por falta de horário. É uma pena. Sinto-me culpado. Porém. em minha defesa, argumento que vivi a maratona cinematográfica intensamente. Não descansei, dormindo pouco com muito café. Capuccino para ser mais preciso. Sem tempo para almoçar ou até beber água. Correria. Não consegui assistir tudo o que queria. Humanamente impossível. Queria poder clonar a mim e não voltar para casa. Eram muitos outros no horário. O objetivo deste veículo sempre foi a de opinar (não criticar, já que não entendo o significado da palavra – prefiro usar opiniões subjetivas, podendo ou não ser redundante) sobre os filmes, não contando a própria história, mas a entendendo, ambientando e concluindo qual a mensagem, analisando a técnica da fotografia, música, camera, essas coisas, de forma não pretensiosa e arrogante. Só um apaixonado por cinema escrevendo o que acha do cinema. Inclui a ficha técnica, sinopse, diretor, ator e as fotos respectivas.

Quero agradecer a todos pela ajuda. Anônimos e famosos. Depois de um tempo os primeiros transformaram-se em segundos para mim. A trajetória apresentou-se árdua e cansativa. Mas a paixão pela sétima arte fala mais alto. Grita, ecoando nas verdades e nos quereres.

Traçando um panorama do que assisti, posso comentar que o cigarro nunca esteve tão presente numa tela de cinema. Poucos filmes não o utilizaram. A maioria dos longas e curtas optaram por interpretações reais, não encenadas, servindo ao espectador a naturalidade. Provavelmente perdi alguns melhores filmes para uns. Ganhei alguns piores. É uma loteria. Não há como negar. Às vezes caímos de para-quedas, escolhendo ao vento aquela película ou digital que fará tempestade ou bonança.

Num total de 72 filmes vistos plenamente sem sono e com percepção aguçada, posso dizer que o cansaço e a vontade dormir mitigaram alguns. Mas como disse não acaba por aqui. A ‘repescagem’, como é chamada pelos cinéfilos terá mais uma semana, nos três cinemas do Espaço de Cinema, será coberta, e muitos outros estarão, numa cobertura diária, aqui. Quero agradecer a todos, novamente, que me ajudaram. Sem eles, cada um tem o seu valor, por isso não citarei nomes. Imagine se esqueço algum…

PRECISO DE OUTROS APAIXONADOS POR CINEMA PARA AMPLIAR A COBERTURA DESTE BLOG.
POR FAVOR ENTRAR EM CONTATO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados