A opinião

A linguagem é realista com um roteiro muito bom, baseado no livro homonimo de Adriana Lisboa. Interessante por ser universitário e por não ser. Fica no meio do caminho. É o degrau ao crescimento. “Não importa a velocidade dos carros. Não tenho pressa”, diz-se. A narrativa leva o tempo de um adolescente vivendo cada coisa de uma vez. Há uma normalidade existencialista, ora não sabendo, ora por ter certeza demais. “Tenta entender”, o personagem divaga. O querer é quase inexperiente. O filme não incomoda por ser alternativo. Recomendo. Termino citando outra frase do filme “Quantos segundos salvam o momento”.

Notas da Diretora

“É um filme universitário e nem tanto universitário assim. Voltei a estudar quando não era tão nova. A Adriana Lisboa, que escreveu o livro, sem ela não teria filme”.

Ficha Técnica

Direção:Maria Camargo
Roteiro:Maria Camargo
Elenco:Gabriel Sitchin Júlia Bernat Pedro Gonçalves
Fotografia:Alberto Bellezia
Montagem:Jordana Berg
Música:Tomás Improta
País:Brasil
Ano:2009

A Sinopse

Aos quinze anos, Rafael é um adolescente como muitos outros, até que o skate que ganha da namorada muda o rumo de sua história.

A Diretora

Roteirista de cinema e televisão, formou-se em cinema pela PUC-RJ e é professora da Escola Darcy Ribeiro. Em 2009, publicou pela Companhia das Letras seu primeiro livro, O Medo e o Mar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados