A opinião

É interativo. Um filme-jogo. Extremamente divertido e inventivo. Mesmo com a história sendo trash, há suspense. Os espectadores vibram com as escolhas. Queria poder brincar com todos os rumos da trama. A camera subjetiva do porquinho é bem sacada, com uma luz bem bacana. Não há muito para falar, tem que jogar. O detalhe é que alguns rumos sempre são escolhidos pelo público. Manipulação, não dos votos, do próprio diretor, que já sabe, previamente, o que as pessoas querem assistir. Vale muito a pena.

O site do Filme

http://www.filme-jogo.com

Ficha Técnica

Direção: Filipe Gontijo
Roteiro: Filipe Gontijo
Fotografia: Érico Cazarré
Elenco: Poliana Pieratti, Carlos Henrique, André Deca
Música: Patrick De Jongh
País: Brasil
Ano: 2008

A Sinopse

Filme interativo, no qual o espectador, através de um controle, participa da história, determinando seu desdobramento. De acordo com as escolhas do público, o filme pode chegar a 60 minutos ou ter um encerramento prematuro aos 5 minutos (nesse caso, os organizadores dão ao público nova chance de entrar no caminho mais duradouro da história). O fio condutor é simples: o jovem casal Luisa e Tomás decide passar uns dias na fazenda da família dela, onde mora o caseiro Tião. Quando encontram um filhote de porco na gruta do terreno, a tranquilidade se aproxima do fim. Um deles passa a apresentar comportamentos estranhos, e Tião acredita que estão possuídos por demônios. Aos poucos, desconfiam que a resposta pode estar nas sombras da gruta.

O Diretor

Nasceu em 1980, em Brasília. Estudou publicidade na Universidade de Brasília de 2000 a 2005. Em 2006, seu curta-metragem A Volta do Candango conquistou o prêmio de Melhor Diretor no Festival de Brasília. É um dos fundadores da TV Universitária de Brasília e trabalha como roteirista e diretor de videoclipes e comerciais.

  • Agoora sobre o filmeem si.
    Adorei, ri horrores do início ao fim e até me assustei em dois momentos (som alto do nada me assusta fazer o q), teve gente q gritou no meio da sessçao, mt legal mesmo!!!!!! A hístoria é simples, sem muitas explicações e lenga-lengas e o foto de ser um jogo torna qualquer tentativa de complicar a hístoria em besteira, porque não precisa e também as pessoas estão tão viradas com a ídeia de estar fazendo o filme que tanto faz se o Tião já tava louco, se era legal, se a gruta tinha uma escada de madeira aleatória, tanto faz , contando que tenha sangue, grito, susto, coorreria e a possibilidade de sexo em cena
    ehehehehehe
    adorei o filme!! quero mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados