A opinião

São 27 cenas sobre Jorgen Leth em versão documentário de entrevistas e alguns curtas-metragens, não inteiros. Pode-se ouvir o que o cineasta tem a ensinar. Mas ele também disse “Nunca esqueça de usar os olhos”. Os seus filmes buscam audácia. Reinventar o drama com roteiros surreais e diferentes. Experimentações do próprio ser humano. Há a necessidade de refinar as histórias. Ele continua dizendo “Nunca escrevi um roteiro. Não gosto de calculados. Todos os meus filmes documentam todos os passos da minha carreira. Meus filmes servem para isso”. Detalhe para um vanguardista comendo um hambúrguer,. É extremamente inovador. Jorgen tinha o objetivo de mostrar o tempo que se leva comendo um hambúrguer.

Ficha Técnica

Direção: Amir Labaki
Roteiro: Amir Labaki
Elenco: Jorgen Leth, Andy Warhol, Ole John, Lars von Trier
Fotografia: Henrique Rodriguez, Leo Nabuco e Renato Lima
Montagem: Andre Finotti
Música: Luis Felipe Labaki
País: Brasil
Ano: 2008

A Sinopse

Em mais de quarenta anos de atividade, o dinamarquês Jorgen Leth realizou 45 filmes, incluindo curtas conceituais, ensaios antropológicos, fllmes de esporte, retratos e diários de viagem. Suas idéias iluminam seus filmes e vice-versa, à medida em que o cineasta discute o contexto cultural de seus anos de formação, sua obra como poeta e jornalista esportivo, a decisão de mudar-se da Dinamarca para o Haiti e sua parceria com Lars von Trier em Cinco Obstruções (2003).

O Diretor

Nasceu em São Paulo em 1963. Crítico de cinema formado pela ECA-USP, é articulista da Folha de S. Paulo e colunista de Valor Econômico. Fundou e dirige o É Tudo Verdade Festival Internacional de Documentários e é membro do conselho do Festival de Documentários de Amsterdã. É autor de mais dez livros de cinema e história e de uma peça de teatro, Lenya. Dirigiu o curta Eduardo Escorel, Um Intelectual no Cinema (2006).

Top 20 Melhores Filmes da Dinamarca

01 – A Palavra (Carl Theodor Dreyer) 1955
02 – Festa de Família (Thomas Vinterberg) 1998
03 – Dias de Ira (Carl Theodor Dreyer) 1943
04 – Ondas do Destino (Lars Von Trier) 1996
05 – A Festa de Babette (Gabriel Axel) 1987
06 – Gertrud (Carl Theodor Dreyer) 1965
07 – Pelle, o Conquistador (Bille August) 1988
08 – Dogville (Lars Von Trier) 2003
09 – Dançando no Escuro (Lars Von Trier) 2000
10 – Europa (Lars Von Trier) 1991
11 – Brothers (Susanne Bier) 2004
12 – A Feitiçaria Através dos Tempos (Benjamin Christensen) 1922
13 – Zappa (Bille August) 1983
14 – As Melhores Intenções (Bille August) 1992
15 – Corações Livres (Susanne Bier) 2002
16 – Amigas de Colégio (Lukas Moodysson) 1998
17 – Dançando pela Vida (Kaspar Rostrup) 1989
18 – Italiano para Principiantes (Lone Scherfig) 2000
19 – Manderlay (Lars Von Trier) 2005
20 – Twist and Shout (Bille August) 1984

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados