Ficha Técnica

Direção: Sophie Barthes
Roteiro: Sophie Barthes
Elenco: Paul Giamatti, David Strathairn, Dina Korzum, Emily Watson
Fotografia: Andrij Parekh
Montagem: Andrew Mondshein
Música: Dickon Hinchliffe
Duração: 101 minutos
País: Estados Unidos, França
Ano: 2009
COTAÇÃO: MUITO BOM

A opinião

O filme tem todo o jeito de independente. Ângulos de camera e a fotografia não são convencionais. Lembra logo os filmes do Charlie Kauffman, porém não é dele. A diretora, Sophie Barthes, que também é a roteirista, provavelmente o referencia. Se a alma de alguém está pesando, poderá ser armazenada. Livrar-se da alma para se ter um propósito: ser funcional. Sem alma, a sensação é oca, vazia, leve, um tédio. Então ótimo, pensava o ator de “Sideways”, que aqui faz ele mesmo como personagem. Não sentir a ansiedade latente de cada dia, sempre que for realizar alguma coisa. É a metafora da idéia que a grama do vizinho é mais verde.

Paul Giamatti, famoso ator americano, enfrenta uma grande crise existencial e tem um colapso após um ensaio. Ao descobrir a empresa Soul Storage, laboratório que oferece alívio para as dores da existência, decide ter sua alma extraída para viver mais levemente. As dificuldades, no entanto, não cessam e ele decide alugar a alma de um suposto poeta russo, que o transporta para um estranho mundo onírico. Paul descobre então a existência de uma máfia russa de tráfico de almas, e fica sabendo que sua alma foi contrabandeada e vendida para uma atriz russa, esposa do chefe do tráfico.

Da insatisfação da insatisfação nasce um mercado negro de venda de almas. Mesmo transformando-se em outro alguém, não há a dita felicidade. O outro é sempre melhor. Querer tudo até a bendita da alma. Se acreditar que se tem alma, então terá uma. Da maneira da escolha. Diálogo exemplicando o humor existente no filme: “O quê? Novela. Pode arruinar minha alma”. As almas que você carrega, se acumulam, até não existir mais espaço. Vale muito a pena ser visto. Recomendo.

A Diretora

Nascida na França, cresceu no Oriente Médio e na América do Sul. Estudou Relações Internacionais e Cinema em Nova York. Em 2004 realizou em parceria com o fotógrafo Andrij Parekh o curta Snowblink. Seu curta seguinte, Happiness (2006), foi exibido nos festivais de Sundance, Montreal e Praga. Em 2007 foi selecionada para o laboratório de roteiro e direção do Festival de Sundance com o projeto deste filme, que é seu primeiro longa.

O Ator

Paul Edward Valentine Giamatti nasceu em New Haven, dia 6 de junho de 1967. É um ator e comediante americano. Seu pai era A. Barllet Giamatti, que foi professor da Universidade de Yale e depois chegou a presidente da Universide e comissário da Liga de Baseball. Sua mãe era Toni Smith, que foi professora da Hopkins School. Seu irmão e também ator se chama Marcus Giamatti. Paul estudou no Instituto Hhumberside Collegiate quando jovem e na escola de elite. Foi o major inglês de Yale e mestre de artes na Yale School of Drama. Começou sua carreira na década de 1990. Casou-se com Elizabeth Cohen em 1997. Tem um filho chamado Samuel, nascido em 2001.

Os Prêmios

2005 – Indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, por “A Luta pela Esperança”
2005- Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante, por “A Luta pela Esperança”
2004 – Indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator – Comédia/Musical, por “Sideways – Entre Umas e Outras”
Duas indicações ao Independent Spirit Awards de Melhor Ator, por “Anti-Herói Americano” (2003) e “Sideways – Entre Umas e Outras” (2004). Ganhou por “Sideways”.

Filmografia

2008 – Mandando Bala
2006 – The Amazing Screw-On-Head
2006 – Asterix e os vikings (Astérix et les vikings)
2006 – Lucas, um intruso no formigueiro (Ant Bully)
2006 – A dama na água (Lady in the water)
2006 – Hawk is dying, The
2006 – O ilusionista (Illusionist, The)
2005 – A luta pela esperança (Cinderella man)
2005 – Robôs (Robots)
2004 – Sideways – Entre umas e outras (Sideways)
2003 – O Pagamento (Paycheck)
2003 – Segredos do Pentágono (Pentagon papers, The)
2003 – Anti-herói americano (American Splendor)
2003 – Confidence – O golpe perfeito (Confidence)
2002 – Thunderpants
2002 – O grande mentiroso (Big fat liar)
2001 – Planeta dos macacos (Planet of the apes)
2001 – Histórias proibidas (Storytelling)
2000 – Duets – Vem cantar comigo (Duets)
2000 – Vovó…zona (Big Momma´s House)
2000 – Desejo proibido (If these walls could talk 2)
1999 – O mundo de Andy (Man on the Moon)
1999 – O poder vai dançar (Cradle Will Rock)
1998 – O poder da notícia (Winchell)
1998 – Ladrões de cofre (Safe men)
1998 – O negociador (Negociator, The)
1998 – O resgate do soldado Ryan (Saving private Ryan)
1998 – Dr. Dolittle (Doctor Dolittle)
1998 – O Show de Truman (Truman show, The)
1998 – Armadilha para turistas (Tourist trap)
1997 – Arresting Gena
1997 – Um gesto a mais (A further gesture)
1997 – Desconstruindo Harry (Desconstructing Harry)
1997 – O casamento do meu melhor amigo (My best friend’s wedding)
1997 – O rei da baixaria (Private parts)
1997 – Donnie Brasco (Donnie Brasco)
1996 – Breathing room
1996 – Antes e depois (Before and after)
1995 – Sabrina (Sabrina)
1995 – Poderosa Afrodite (Mighty Aphrodite)
1992 – Sombras na noite (Past midnight)
1992 – Vida de solteiro (Singles)
1990 – Procura-se um romance (She’ll take romance)

  • Não é empolgante, mas é legal… Há várias asserções que causam questionamentos psico-filosóficos, vou citar duas q me lembro:

    "- uma alma inquieta é como um tumor, é preciso se livrar…"
    "- eu não preciso ser feliz, eu só não quero sofrer"

    Parecem soluções para a angústia contemporânea! rsrsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados